Sobre o planejamento 2018...

Planejar é sempre um desafio. Criar um planejamento que construa um elo entre a Filosofia e o universo infantil é ainda mais desafiador. Às vezes, se torna um trabalho árduo, outras prazeroso. Planejar é estudar e aprender novos conceitos e formas de ver o mundo, novas culturas, acessar conhecimentos antigos e reciclá-los, questionar nossos paradigmas e crenças.

Esse é o quarto planejamento anual que criamos como espaço educacional. Em 2015, ele foi fruto das minhas experiências com o projeto de Filosofia para Crianças “Pensando e Construindo Meu Mundo”. Em 2016, teve como base o conhecimento e a motivação da psicopedagoga Elisabeth Pereira, que fez parte de nossa equipe. Em 2017, quem mergulhou nessa viagem foi Fabiana Medeiros, pedagoga e atual assessora educacional do Nosso Mundo. Tudo sempre carinhosamente revisado por mim.

Quando chegamos em outubro do ano passado, lancei um desafio para equipe fixa: cada pessoa iria desenvolver um mês do planejamento, por meio de sorteio dos eixos temáticos.

Criar um planejamento com tantas mãos, mesmo que tendo levado mais tempo que o previsto, foi muito gratificante. Ao ler o documento enviado pela Fabiana, minha veia filosófica começou a pulsar mais forte, como foi rico ver que cada cabeça pensante da equipe estudou Filosofia e criou algo único. Como foi delicado para mim, como educadora, trabalhar em cima de cada ideia, lapidar algumas, incrementar outras e chegar neste documento final. Como foi também maravilhoso eu estudar sobre a Filosofia Africana, matéria que nunca tive contato na minha vida acadêmica, e chegar a Ética Ubuntu, que é de uma beleza ímpar.

Ao escrever essas linhas, concluo o óbvio: planejar é acessar nosso íntimo. Não há como dissociar nossas bagagens e ideais, por isso, talvez seja este o planejamento mais envolto nos aspectos sociais que já elaborei. Percebo que alguns de nossos valores estão distorcidos e que os ambientes de educação muitas vezes estão perdidos, afetando as crianças, sem saber como solucionar certas questões. Precisamos repensar a educação que proporcionamos a elas, precisamos mudar e aprender com elas, pois um mundo que escuta suas crianças é um mundo mais bonito.

Agradeço a confiança e que possamos continuar a fazer um ano lindo!

Fique sabendo!

Conheça nossa Proposta Educacional 2018
Planejamento 2018!

Juliana Bel, Diretora