Como nasceu o nome?

Pensando e Construindo Nosso Mundo, começou como Pensando e Construindo Meu Mundo, projeto de Filosofia, de Ju Bel, que por dois anos foi realizado na ONG Casa do Zezinho, no bairro do Capão Redondo, uma região carente de São Paulo, capital, onde a ONG exerce um papel fundamental na vida de mais de 1200 crianças e suas famílias.

O projeto era dado com turminhas de idade entre 06 e 16 anos, onde alguns conceitos da Filosofia eram trabalhados de acordo com a faixa etária e dentro de cada conceito chave, diversos temas.

A ideia do nome, veio justamente dessa certeza que ao pensarmos, ao refletirmos sobre nós mesmos e o mundo que nos cerca, e a partir do momento que existe uma troca com o outro, um olho que vê (como disse um dia uma criança para a "tia Ju", num dos encontros filosóficos), um ouvido que ouve, esse pensamento reflexivo compartilhado constrói sempre algo novo.

Então, os rostinhos da logomarca eram mais quadradinhos, como peças que se encaixam, pois acreditamos que cada um de nós somos como um tijolo numa obra, e só podemos construir o mundo do jeito que queremos, quando estivermos todos lado a lado, unidos, “empilhados” e ligados.

Para o espaço, pensamos em algo que abraçasse a todos, então o MEU virou NOSSO MUNDO, a filosofia transbordou os espaços e os rostinhos se tornaram mais vivos.

Gostaríamos de compartilhar um pouco o que foram os dois anos do projeto Pensando e Construindo Meu Mundo, através do seu blog, onde todas as atividades, foram registradas com fotos e descrições das oficinas, um material lindo, de uma experiência fantástica e transformadora.